sexta-feira, dezembro 28, 2012

Futebol: Vitória, o maior vencedor da Copa do Nordeste, que começa em janeiro


O surgimento


O Vitória surgiu da iniciativa dos irmãos Artur e Artêmio e de 19 outros jovens, que visavam criar um time de cricket em Salvador. O esporte, que era do gosto popular dos baianos, fez com que o clube surgisse em 13 de maio de 1899. Com o nome de Club de Cricket Victoria, até o ano de 1902, a agremiação passou a se chamar Sport Club Victoria, quando englobou esportes como futebol, remo, natação e atletismo.
Leia:
Copa do Nordeste começa em janeiro

O início das atividades nos gramados baianos se deu em 22 de maio de 1901, com um jogo realizado contra um grupo de tripulantes ingleses que se encontravam no porto. Em 1908, o Rubro-Negro se sagrava pela primeira vez campeão baiano e repetiria a dose no ano seguinte. No entanto, de 1910 a 1952, os soteropolitanos passaram por um longo período de amadorismo, o que fez com que o futebol tivesse suas atividades comprometidas e sem títulos.


O retorno ao profissionalismo só foi alcançado em 1953, ocasião em que o clube venceu pela terceira vez o campeonato estadual.


Anos 50-90 e a campanha do Brasileirão de 1993


O espaço de tempo que compreende a década de 50 até os anos 90 foi marcado pela intensa rivalidade regional com o Bahia e pelos títulos baianos conquistados pelo Tricolor. Neste contexto, o Leão montou, em 1972, um grande elenco, que tinha como principais nomes um grupo de ataque considerado devastador, formado por Osni, André Catimba e Mário Sérgio. Campeão naquele ano, o Vitória só reegueria a taça novamente em 1980, 1985 e 1989.


Com a entrada nos anos 90, o Rubro-Negro passava a vivenciar o momento mais áureo de toda a sua história. Foi durante o final do último milênio que despontaram no clube jogadores como  Dida, Paulo Isidoro e Alex Alves. Investindo fortemente na base e batendo de frente com outros grandes do Brasil, o time do Barradão chegou a inédita final do Campeonato Brasileiro, em 1993. O adversário, o todo-poderoso Palmeiras, acabou vencendo por apenas 1 a 0, mesmo com toda a superioridade financeira que caracterizava os paulistas.


Centenário


As comemorações pelos 100 anos da agremiação não poderiam ter sido melhores. Já no começo do ano, o triunfo no Baianão sobre o Bahia já demonstrava que o ano seria muito proveitoso. Em seguida, veio o bicampeonato da Copa do Nordeste, novamente em cima do Tricolor, para aumentar ainda mais a euforia os torcedores. No Brasileiro, a equipe chegou na terceira colocação.


Anos 2000: descensos e acessos marcam a trajetória do Rubro-Negro


Assim como na década anterior, o Vitória partia para mais um glorioso período de conquistas, justificado pelo bicampeonato baiano. Depois de 80 anos, a hegemonia do estado voltava para as mãos do Leão e, apenas em 2001, a instituição passou em branco, sem alguma conquista ou acesso para uma divisão superior do Campeonato brasileiro.


Mas nem tudo saiu como o planejado e, em 2004, apesar de ter estrelas como Vampeta e Edílson e liderar por algum tempo a maior competição do Brasil, inexplicávelmente o Vitória caiu para a Série B. Os insucessos só aumentaram em 2005 e o fundo do poço parecia não ter fim: mais um trágica queda aconteceu e time foi parar na Terceira Divisão.


A volta para a divisão de elite do futebol brasileiro só ocorreria em 2009, corroborada com uma vaga para a disputa da Copa-Sulamericana. 2010 foi outro destes anos que pareciam ser mágicos para os torcedores do Barradão: mais um tetra baiano foi vencido, a equipe chegou ao vice-campeonato da Copa do Brasil e obteve o também tetra da Copa do Nordeste. No fim, a tristeza tomou conta com mais um rebaixamento.


Pelo ano de 2012, o time fez a melhor campanha da história de um time nordestino na Série B, conseguindo mais um acesso. A campanha foi impulsionada pelo movimento ''Meu Sangue é Rubro-Negro'', que incentivava a doação de sangue dos baianos. 


Em 2013, o Vitória está de volta ao Campeonato Brasileiro da Primeira Divisão e tem como missões defender sua superioridade no Campeonato Baiano, ganhar o Hexa da Copa do Nordeste e tentar a ida para a Libertadores ou para a Copa-Sulamerica, através do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

Texto: Esporte Interativo

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...