sexta-feira, outubro 15, 2010

Opinião: O papel do professor precisa ser repensado

Sabemos que vivemos num momento de profundas transformações em todos os sentidos, em que partes necessariamente o papel do professor precisa ser repensado, fazendo-se urgente que o educador se assuma enquanto um profissional do humano, social e político, tomando posição comprometida, não sendo neutro, definindo sua posição, ou seja, se colocando a favor dos oprimidos ou contra eles.

Esse é um dos desafios presente na nossa tarefa, e tenho absoluta certeza de que procuramos, nos espaços em que atuamos, nos posicionarmos enquanto profissionais da educação, lutando constantemente a favor de uma educação transformadora. Para tanto, nos utilizamos da educação como instrumento de luta, “em favor da recriação da sociedade injusta, a ceder seu lugar a outra menos injusta e mais humana” (FREIRE, 1997).

Nessa perspectiva, o dia 15 de outubro é só uma referência do quanto é importante a nossa tarefa enquanto sujeitos sociais que assumimos nosso papel pedagógico e, sobretudo político na busca incessante de “ser mais”.

Para isso, antes de tudo necessitamos sonhar, lutar, acreditar e nos mobilizar para nos tornarmos permanentemente engajados e comprometidos com uma educação de qualidade, “daí a sua politicidade, qualidade que tem a prática educativa de ser política, de não poder ser neutra”.(FREIRE, 1996).

Temos que lutar e acreditar que "Um Outro Mundo é Possível”, e consequentemente que uma outra educação é possível. Instrução esta, que no âmbito municipal, perpassa pela revisão do como ensinar, e principalmente do salário melhor para os ACTs e de um piso salarial mais digno para a classe no âmbito Estadual.


Por,
Jacks Soratto

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...