terça-feira, setembro 28, 2010

Política: FHC defende descriminalização da maconha

O Ex. Presidente Fernando Henrique, integrante da Comissão Latino-Americana sobre Drogas e Democracia, defende a descriminalização em outros países. Além do ex-presidente brasileiro, fazem parte da organização César Gaviria (Colômbia) e Ernesto Zedillo (México). A Ong sugere uma revisão das políticas de repressão às drogas na América Latina, com foco em saúde pública, tratando os dependentes como pacientes e não criminosos, investindo na prevenção voltada aos jovens, faixa etária onde há o maior número de consumidores.

Fernando Henrique explicou que a sugestão de descriminalização não significa “tolerância”. “Reconhecemos que a maconha tem um impacto negativo sobre a saúde. Mas inúmeros estudos científicos demonstram que o dano causado por esta é similar aos do álcool e do tabaco”, enfatizou. Ele admite que o ponto é polêmico, mas defende a discussão. “Precisamos quebrar o tabu que bloqueia o debate”, reforçou.

As conclusões da comissão, formada também por intelectuais e representantes de diversos setores, devem ser apresentadas na próxima reunião das Nações Unidas (ONU), em Viena, na Áustria. O encontro tem o objetivo de avaliar as políticas de drogas em todo o mundo.

No Brasil Carlos Minc (Ex-ministro do Meio Ambiente) também mostrou sua opinião! Dançando ao som da banda “Tribo de Jah” apoiou a descriminalização. Em um vídeo postado no Youtube, Minc começa sua fala defendendo a Amazônia, em seguida defende a descriminalização da maconha sem citar a palavra: “Outro recado. Ontem [sábado 5/9] a gente venceu, 3 a 1 na Argentina. Só que tem outro placar que a gente está perdendo da Argentina. Os juízes descriminalizaram. O usuário não é criminoso. E esse jogo a gente está perdendo aqui. Nós vamos virar esse jogo, acabar com a hipocrisia”.


Fonte: Site Mariana Marques






Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...