terça-feira, março 22, 2011

Linkedin cresce, mas números de perfis ativos preocupa

A rede social Linkedin destaca o Brasil como o mercado de maior crescimento no uso da rede: o número de usuários cresceu 428% entre 2009 e 2010, mais que México (178%), Índia (76%) e França (72%).

"Atingimos a marca de 3 milhões de membros no Brasil. Entre os nossos membros, temos executivos de todas as companhias presentes na lista Fortune 500, além de 69 empresas da Fortune 100 utilizando nossos produtos. Podemos, portanto, afirmar que o LinkedIn está mais preparado do que nunca para conectá-lo a profissionais em todo o mundo, fornecer insights da indústria em que você atua e ajudá-lo a encontrar sua próxima oportunidade. ", afirma Jonathan Lister, diretor do LinkeIn na América Latina e Canada.

Fundado em dezembro de 2002 e lançado em maio de 2003, o Linkedin levou seis anos para alcançar a marca de 50 milhões de usuários, mas apenas um ano e meio para chegar ao dobro disso.

Todavia, para o LinkedIn, a marca dos 100 milhões de usuários está sendo vista como um alerta, uma vez que o número de usuários inscritos é muito maior do que o de membros ativos. Atualmente, apenas 17,8 milhões são membros de grupos e somente 1,2 milhões postam comentários nesses grupos semanalmente. Já no que diz respeito às empresas, existem hoje mais de dois milhões de páginas, sendo que eBay, Amazon, Apple, Cisco, EMC e Campbells são as companhias mais representadas na rede social de acordo com o número de profissionais cadastrados.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...