terça-feira, dezembro 07, 2010

Esporte: Há oito anos o Criciúma era campeão da Série B

Lembrar os heróis do passado, que cravaram os seus nomes para sempre na história do Criciúma


Há oito anos, o Tigrão entrava para o seleto grupo de campeões da Série B do Brasileiro. Um time do interior de Santa Catarina, que ao longo do tempo, vem chamando a atenção de todos pelas formidáveis campanhas que foram conquistadas nos campeonatos.

Série B. Ah, Série B! Quem poderia acreditar que no ano de 2002, o Tigrão fosse campeão desse campeonato. Está certo que já tinha sido da Copa do Brasil, mas imaginar que um elenco pudesse ter uma qualidade igual ou parecida com a do time campeão de 1991.

Um clube em que no ano anterior acabou fazendo uma campanha pífia, disputando uma repescagem com os times: Tuna Luso, Malutrom e o Sergipe. Desses quatro clubes, Tuna Luso e Sergipe acabaram sendo rebaixado para a Série C e mais uma vez, o nosso time conseguia se segurar na segunda divisão.

Se no ano anterior a disputa do Criciúma foi contra o rebaixamento, porque que os torcedores iriam aspirar algo no ano seguinte, já que salários atrasados e a desconfiança rondavam o Heriberto Hülse.

A temporada de 2002, mostrava um algo reservado para a vida tricolor

No HH, o Tigrão foi imbatível. Não perdeu um jogo sequer, empatou apenas uma partida, quando já estava classificado para a próxima fase. A união da garra, da raça e da torcida preta, amarela e branca, formaram um time que transformava a desconfiança em esperança e a realidade de disputar a elite do Brasileirão no próximo ano era cada vez mais verdadeira. A belíssima campanha, fez o Tigre terminar em primeiro colocado e ser franco favorito a uma das duas vagas do acesso.

Momento decisivo

Na quartas de final, o time de Santa Catarina enfrentou o Remo-PA, perdeu o primeiro jogo por 2x1 fora de casa. Já no Heriberto Hülse, o Tigre rugiu e fez o time do Pará cair de quatro e ser eliminado. Já nas semifinais o Santa Cruz que havia ficado em terceiro colodado, foi presa fácil e acabou perdendo as duas partidas por 1x0 e 3x1, fora de casa e em Criciúma respectivamente.

Com o sucesso, a vaga na Série A, já estava garantida. No entanto, a torcida sonhava com o inédito título. Cidade mobilizada e uma região unida em prol do Tigre. A derrota de 2x0 fora de casa, não fez diminuir a esperança, pelo contrário, a certeza da vitória em casa era certa, só esperava definir o placar, por dois, três ou quatro.

Na cidade de Fortaleza, a vitória por dois gols, já davam certa o caneco para o time Cearense. Faixas de campeão, festas e foguetes já tinham sido encomendados. Entretanto, o pessoal do norte, não conhecia o time do Sul, não sabia do Tigre a força do rugido dele.

Alegria e festa tricolor

A partida da final ocorreu no dia 07/12/2002 ás 17:00. O Criciúma ganhou por 4x1. Os melhores momentos da partida pode ser conferido clicando aqui.


O time que jogou a final foi: Fabiano; Paulo Baier, Cametá, Luciano, Luciano Almeida (Sandro); Cléber Gaúcho, Cléber (Edinho), Juca, Dejair; Delmer, Anderson Lobão (Tico). Técnico: Edson Gaúcho.

Parabéns Tigrão! Não é qualquer time que conquista um título desse nível.

@mateusmastella

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...