segunda-feira, outubro 11, 2010

Vídeo em que o Rage Against The Machine é interrompido pela 1ª vez no SWU

Pouco depois de cantar Testify, Bombtrack e People of the Sun, canções que abriram o show e foram dedicadas ao movimento MST, o público invadiu a área premium do SWU, segundo o site Resumo Semana, incentivado pelo vocalista do Rage Against The Machine,Zack De La Rocha teria pedido pelo site oficial da banda que o público não respeitasse os limites da área vip.

Ainda pela web, De La Rocha protestou contra os espaços VIPs que existiriam em sua turnê na América Latina. Apesar de ter conseguido a exclusão dessas areas em boa parte da turnê, elas foram mantidas pela organização do show.

O show teve o maior publico da noite, mas não foram apenas as confusões por parte do público que desviaram as atenções. Pouco mais de dez minutos após a foi a vez do áudio falhar, acabando com a alegria de quem, desta vez, estava realmente curtindo a apresentação. Ao perceber que somente quem estava na pista Premium conseguia ouvir o som dos amplificadores do palco, Zack começou a improvisar uma rima utilizando-se de uma base sonora: "Nós só vamos voltar a tocar quando o áudio estiver realmente funcionando". A plateia ajudou e começou a soltar alguns palavrões contra a organização do evento.

Com a estabilização do som, enquanto soltava hits como Bulls on Parade, Wake Up e Guerrilla Radio, o vocalista, pedia que o público levantasse seus punhos, para que ele pudesse enxergá-los. "Esses punhos pra cima me fazem ter esperança. Esperança para a América do Sul", gritou.

A apresentação do grupo foi fechada com Killing in the Name, encerrando o palco principal do SWU e acalmando os ânimos da plateia, a essa hora, bem exaltados.

Por,
@MarlonL_
Fonte: Resumo Semanal, Terra

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...